Maria Celia de Abreu faz noite de autógrafos do livro “Velhice – Uma Nova Paisagem” , no Riopreto Shopping

0
31
Maria Celia de Abreu faz noite de autógrafos do livro “Velhice - Uma Nova Paisagem” , no Riopreto Shopping

Acontece na Saraiva do Riopreto Shopping uma noite de autógrafos, amanhã, dia 30/11, às 19h, com a psicóloga Maria Celia de Abreu.

Ela  lança seu  livro, “Velhice – Uma Nova Paisagem” (Editora Ágora) com prefácio de Mario Cortela.

A obra lança luz sobre uma discussão que está na pauta mundial. Estima-se que, em 2050, a população de pessoas com mais de 60 anos será de 30% da população brasileira. Ao lado do grande crescimento do número de idosos, há também o aumento da expectativa de vida. Por que, então, a velhice permanece um estigma em nossa sociedade?

É com objetivo de mudar essa visão que Maria Celia, casada com o diretor de novelas Silvio de Abreu, propõe neste livro transformar visões e ideias preconcebidas a respeito do velho.

Partindo de estudos teóricos sobre a psicologia do envelhecimento e de vivências colhidas em grupos de estudos, ela propõe que a vida passe a ser encarada como uma estrada que percorre diversas paisagens diferentes – nem melhores nem piores que as outras.

A autora

Maria Celia de Abreu nasceu em São Paulo em 1944. Fez o curso secundário no Colégio das Cônegas de Santo Agostinho e se formou na primeira turma de Psicologia da Faculdade São Bento, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), em 1968. Na mesma universidade, concluiu mestrado e doutorado em Psicologia da Educação.

Casada com o diretor de novelas Silvio de Abreu, ela também já foi professora universitária. Na PUC-SP, esteve envolvida com planos pioneiros, como a criação do Laboratório de Psicologia Experimental e do Serviço de Apoio Pedagógico ao Professor Universitário (Sedape), e a implantação do projeto do Ciclo Básico de Ciências Humanas e Educação.

Psicoterapeuta, atendeu em clínica particular por quase 30 anos. Fundou e coordena até hoje o Ideac – cujo foco principal, desde 1992, é a psicologia do envelhecimento.

Depoimentos

“Velhice – Uma nova paisagem” traz depoimentos de 19 pessoas – artistas e formadores de opinião – falando sobre o envelhecimento. A autora colheu depoimentos das atrizes Aracy Balabanian e Eva Wilma, do médico Drauzio Varella, do psicoterapeuta Flávio Gikovate (falecido em 2016), da dramaturga Maria Adelaide Amaral, da antropóloga Mirian Goldenberg, do ator Edson Celulari e do professor Mario Sergio Cortella (prefaciador da obra), entre outros. Silvio de Abreu, com que Maria Celia é casada há 42 anos, também deu seu depoimento.

As palavras da bailarina, coreógrafa, professora e diretora artística do Ballet Stagium, Marika Gidali, de 80 anos, faz pensar sobre a importância de não parar nunca.

“Em primeiro lugar, não tenho ideia do que é envelhecer. Nunca tive tempo de avaliar os anos que passaram praticamente sem que eu percebesse. Vejo agora que tenho de me parabenizar pela caminhada plena, cheia de realizações, desafios, acerto e erros – mas, sobretudo, muito amor. Sou agora bem diferente do começo da minha caminhada, menos radical. O que vier daqui para frente é tudo de bom. Já ouvi que a vida é um ensaio geral; acho que estou prontinha para a estreia, diz Marika no livro.

A obra destina-se a todos os públicos, mas a autora deixa registrado um recado especial dedicado a uma faixa etária em particular:

“Jovem, é muito provável que você fique velho; é muito provável também que você trabalhe com velhos e para velhos. Convém repensar seus sentimentos em relação ao velho e à velhice, bem como os valores atribuídos a eles”.

Um livro, portanto, informativo, questionador e que faz refletir.

 

Lançamento do livro “Velhice – Uma Nova Paisagem” (Editora Ágora), de Maria Celia de Abreu.

Onde: Riopreto Shopping, Saraiva

Quando: 30 de novembro, a partir das 19h

 

COMPARTILHE
Artigo anteriorIguatemi Rio Preto sorteia Jeeps Compass Sport na promoção de Natal
Próximo artigoRio Preto tem 112 oportunidades no Balcão de Empregos
Malu
Sou jornalista com MBA em Gestão Empresarial pela FGV. No início da década de 80 atuei no Rádio e no jornal impresso. Como a curiosidade é a alma do bom jornalista, troquei Rio Preto pela mochila. Morei em Berlim, quando esta ainda era ladeado pelo muro, colhi uva nos campos franceses e vivi em Paris. Depois de viajar pela Europa fui morar em um Kibbutz onde conheci meu primeiro marido, um britânico. Na Inglaterra formei-me em catering pelo Southgate Technical College. De volta ao Brasil, fui ser agricultora orgânica e passei a assinar uma coluna sobre alimentação no Diário da Região. Em 99 nasceu a “Talk Club Assessoria”, uma das primeiras agências de assessoria de imprensa de Rio Preto. Durante uma década a empresa atendeu grandes clientes. Acompanhando o mercado a “Talk Club” se transformou em uma produtora de vídeo, e tem como sócio o cinegrafista e diretor de arte Luis Soares, meu atual marido. Em outubro 2007, criamos o primeiro programa de TV o “ Maturidade Feliz” Programa este que alcançou nível nacional, em 2010, na Rede Vida de Televisão. No final de novembro de 2010 surgiu o “ Malu Rodrigues Visita”, um programa de jornalismo social.